[ editar artigo]

Como cortar cabelo? Mais dicas ao cabeleireiro iniciante.

Como cortar cabelo? Mais dicas ao cabeleireiro iniciante.

Você sabe como cortar cabelo? Já leu nosso último artigo? Então, o nosso bate papo continua...

Para relembrar: começamos nossa conversa anterior afirmando a importância do diagnóstico, como ele representa o primeiro passo de qualquer corte, sendo um assunto importantíssimo!

Vamos prosseguir: para se cortar um cabelo precisamos de OBSERVAÇÃO.

 Podemos chamar a atenção em pontos que não somente fazem a diferença, como são decisivos quando levamos em consideração o desejo de quem atendemos.

Se o sonho da sua cliente for este corte de cabelo, por exemplo, o que devemos observar?

http://www.melhorsaber.com/wp-content/uploads/2017/04/cortes-de-cabelo-curto-2018-56.jpg

Todas as informações que apresentarei a seguir são extremante influentes em um diagnóstico (ponto inicial do corte de cabelo), por isso, vamos nos aprofundar no assunto?

Fatores que serão determinantes no resultado deste corte serão 

  • DENSIDADE
  • ESPESSURA
  • FORMATO DOS FIOS

 Vamos ver cada item e qual suas influencia no corte de cabelo.

 

DENSIDADE

 

Ao definir densidade dos cabelos, precisamos pensar  qual a quantia capilar compreendida em aproximadamente um centímetro quadrado do couro cabeludo, que costuma variar de 175 a 300 fios. 

Tal quantidade sofre influência de diversos fatores individuais a exemplo da idade e do sexo, mas quando a cliente escolhe um corte de cabelo, dificilmente sabe definir se é possível ou não, ela simplesmente se vê daquela forma!

A grande maioria de nossas clientes não tem conhecimento técnico para avaliar se a densidade do seu cabelo é semelhante aos da modelo que nos apresentou como referência, ela simplesmente quer o corte igual o da foto.

E nós, como profissionais, devemos ter o conhecimento necessário para conduzir o corte levando em conta a densidade (quantidade de cabelo presente na cabeça)

Entendendo sobre a densidade de cabelo na cabeça usaremos isso a nosso favor, definiremos facilmente qual efeito será usado, sua profundidade, abundância e ferramentas específicas.

Além disso, podemos inclusive solucionar alguns problemas, afinal, com um corte de cabelo, definimos o caimento dos fios, possíveis posições e aumento ou diminuição de volume! Tudo está relacionado ao nosso conhecimento e à técnica utilizada.

 

ESPESSURA


Espessura capilar tem o mesmo significado que espessura de qualquer coisa: característica relativa a grossura. No nosso caso, obviamente, estaremos falando de cabelos!

Como sua variação normalmente está atrelada às etnias, podemos mensurar o quão espesso determinado fio é analisando seu diâmetro, definindo-o como fino ou grosso e realizando o corte com consciência dos resultados disponíveis para trabalho.

Imagine um fio extremamente fino somado à baixa densidade, quais os fatores a considerar?

Note que o corte à cima mostra um volume sobre o contorno na cabeça e afinamentos nas extremidades da linha de contorno. Com esta observação, a decisão do efeito já tem suas alterações de profundidade e intensidade, podendo até alterar a ferramenta de corte. Neste caso, por exemplo, não podemos nos valer de uma ferramenta que tire muitos fios.

Olhe o quanto (de forma muito rápida) já estamos tomando decisões na condução do corte?

 

A densidade e espessura dos fios definem até a ferramenta que vamos utilizar além é claro do trabalho a ser executado.

 

Um outro ponto muito importante a considerar é o:

FORMATO DOS FIOS

https://2.bp.blogspot.com/-3F_JWRwU334/VxA01DkHPpI/AAAAAAAAClo/w0u6UqDwlmEdsFZM31ChPQfSVL8Fv9-HwCLcB/s1600/cachos.jpg

Definimos o formato dos fios de acordo com seu molde... Esta característica, infelizmente tem sido tratada da seguinte forma em um diagnóstico:

“Sua raiz está natural, você precisa fazer primeiro a progressiva para depois cortar o cabelo”.

E isso é o que temos visto constantemente no dia a dia do salão: cabelos nada naturais quase que em totalidade, com processos de alisamento térmico para o efeito de liso... São poucos os tratamentos relacionamos somente à redução de volume com maior alongamento dos cachos.

Como na maciça maioria dos clientes não estamos mais tratando fios naturais, mas sim fios alterados... Agora eu pergunto para você: O que poderia ser usado como técnica de corte? Quais são as características de distribuição da forma que intensificamos em efeito de encaixes? Como executar o corte de cabelo e se comprometer com o resultado?

Existem inúmeras alternativas de cortes de cabelo, tanto para as clientes que querem manter as intervenções químicas quanto àquelas que desistiram desses processos constantes, você pode pensar em valorizar alguns pontos, usar técnicas de desfiar para um look mais natural, investir nos clássicos...

Vale lembrar que fio de cabelo liso natural nos possibilita algumas modelagens e que é possível nos valer de texturas e encaixes maravilhosos.

Atente: diferente dos lisos processados quimicamente, os naturais aparentam estar armados na hora de efetuar o corte.

Precisamos lidar com fatores limitantes, por isso, utilize técnicas de corte cada vez mais apuradas e faça cursos, coloque em prática e sempre tome cuidado com camadas e degrades que podem criar marcas ao invés de leveza e balanço. 

Como vimos, os três itens “DENSIDADE, ESPESSURA E FORMATO DOS FIOS” precisam ser observados com mais detalhe, pois são realmente importantes!

Levando em conta esses pontos, o corte de cabelo pode ser mais facilmente realizado, possibilitando uma diversidade de variações e o mais importante agradar a cliente.

É esta forma diferente de ver o corte que eu quero dividir com vocês, cada vez mais.

Por isso, faça seus comentários, me fale sobre sua dificuldade e como posso te ajudar que logo teremos o nosso próximo encontro!!!

Seu amigo Claudiney Ravaglia

Alejandro Valente
CLAUDINEY Ravaglia
CLAUDINEY Ravaglia Seguir

Educador - Frame Brasil

Ler matéria completa
Indicados para você