[ editar artigo]

Como evitar frustrações com o uso de novo produto no salão?

Como evitar frustrações com o uso de novo produto no salão?

Você como profissional cabeleireiro necessita de produtos no dia a dia para execução dos serviços que se dispõe a oferecer, certo? Tenho certeza que muitos representantes de linhas profissionais lhe visita, correto? Tem acesso para compra de produtos seja em lojas de perfumaria ou por internet, procede?

Pois bem, existe a nossa disposição, como profissionais atuantes na área de estética capilar, uma infinidade de marcas, com seus produtos sendo vendidos para os mais diversos fins. Isso é BOM, pois temos muita opção de escolha, porém, isto também não deixa de ser RUIM, porque tanta oferta pode nos confundir, chegando muitas vezes a investir valores em produtos que nos são apresentados e oferecidos prometendo resultados excelentes, mas quando colocados para uso na prática diária, se revelam não eficientes e efetivos como o prometido para os fins aos quais se destinam, frustrando nossas expectativas, sendo deixados de lado para uso em “algum momento”, mas como não corresponderam ao esperado, acabam por se tornar dinheiro parado, chegando ao vencimento, tendo de ser descartados na maioria das ocasiões quase que intocados! DINHEIRO POSTO NO LIXO! E não se resumem a estes pontos as implicâncias, a frustração e nosso dinheiro são o menor problema, pois vejo como maior implicante o descrédito que o cliente pode vir a ter em relação ao trabalho executado, chegando ao ponto de não retornar mais para atendimentos, ainda, o pior, sair tecendo comentários a respeito do nosso profissionalismo e resultados!

Trago essas afirmações e perguntas acima, levando em consideração uma realidade que já vivi e presenciei antigamente! Toco neste assunto buscando auxiliar os colegas profissionais no sentido de evitar gastos financeiros inadequados, bem como, passarem por situações indesejadas e desnecessárias.

O marketing atrelado aos produtos que estão no mercado é muito grande, os vendedores ganham pelo volume de vendas atingido, muitos precisam cumprir metas, e neste contexto, o objetivo maior é a venda a qualquer custo! A grande maioria destes representantes/vendedores são treinados especificamente para a venda dos itens sem terem maiores informações e conhecimento técnico a respeito dos mesmos! Qualquer pergunta que faça parte da “cartilha” de ensinamentos que tiveram, será respondida de pronto, se as questões forem um pouco mais aprofundadas e de cunho técnico, se obterá respostas evasivas, insuficientes ou que não vem de encontro com a realidade.

Já participei de treinamento de demonstração de produtos onde o resultado na hora foi bom, interessante, porém não tive acompanhamento daquele cabelo processado, e aí se fez o problema! Adquiri o produto em questão, procedi em cliente com a qual me mantive em contato, e... frustração! Passadas algumas semanas, textura implicada além do esperado e outras intercorrências, mesmo tendo em uso linha home care profissional, dentro do indicado. Minha “salvação” neste caso em específico é que o procedimento havia sido executado em uma pessoa bastante próxima, que fazia parte da família, deste modo foi mais fácil acompanhar, contornar e dar suporte, mas e quando isso acontece com alguém cuja relação é estritamente profissional? Como mencionei anteriormente, as chances são grandes dessa cliente não mais lhe procurar, bem como, sair falando a respeito do trabalho executado, o que será desagradável e implica de forma muito negativa na sua imagem profissional.

Visando minimizar essas situações, ou melhor, evitar, trago três orientações simples que julgo importantes serem consideradas:

- Fugir do investimento (comprar o produto), sem ter absoluta certeza dos resultados. Em um primeiro momento, requerer demonstração do produto mediante realização do processo em alguém que posteriormente possa estar acompanhar a evolução no cabelo, ou, solicitar uma quantidade do produto com o vendedor/representante sem custo, que possibilite testá-lo, deixando claro que, caso o mesmo corresponda às expectativas e entregue o prometido, passará a adquiri-lo habitualmente.

- Tendo acesso ao produto, proceder testes com pessoas próximas (amigos, familiares) ou modelos, sob qualquer circunstância ficará claro a finalidade do procedimento, colher assinatura em declaração, com todos os detalhes especificados que envolvem o processo e a situação atrelada aos testes que serão realizados, nestes casos, fazer de forma gratuita ou com cobrança apenas do custo do(s) produto(s), ainda, pode-se executar em mechas soltas de cabelos que representem as condições o mais próximo possível dos fios que serão processados futuramente, manuseando essas mechas por um período dentro das condições que seriam sujeitos os das possíveis clientes, ou seja, lavar, secar, escovar, pranchar, aplicar produtos de finalização, etc., para deste modo poder ter noção exata da real resposta no transcorrer do tempo e circunstâncias. 

- Mesmo com os testes, somente adquirir produtos após analisar e se certificar da composição detalhadamente, se os benefícios prometidos correspondem ao que a fórmula contém.

  • Observação:

- Se o produto que for utilizar envolver transformação química aos fios, SEMPRE executar teste de mechas, se possível em mais de um ponto, para ter certeza a respeito de compatibilidades, protocolo para execução do trabalho, cuidados e efeitos possíveis no procedimento!

- Sempre é importante lembrar, por mais que na fórmula exista uma ampla gama de ativos, de modo especial nos produtos de tratamento, existe um percentual mínimo de concentração para cada qual que resultará em respostas efetivas aos fios, sendo que a ANVISA não cobra detalhamento destes percentuais nos rótulos, apenas sua presença traço, portanto, o teste com acompanhamento é o melhor parâmetro para ter certeza quanto aos resultados.

Obrigada por ter dedicado seu tempo para a leitura do conteúdo, espero de coração ter contribuído com informação que seja relevante a sua vida profissional.

Renata Ebone

Alejandro Valente
RENATA EBONE MATIASSO
RENATA EBONE MATIASSO Seguir

16 ANOS ATUANDO NA ÁREA DE BELEZA; GRADUADA EM ESTÉTICA E COSMETOLOGIA; PÓS GRADUADA NA ÁREA DE EDUCAÇÃO; VISAGISTA POR PHILIP HALLAWELL; COLORIMETRISTA POR ALEJANDRO VALENTE; CORTES: ACADEMIA PIVOT POINT, CLAUDINEY RAVAGLIA E ALEJANDRO VALENTE.

Ler matéria completa
Indicados para você