[ editar artigo]

Como identificar o cabelo seco, danificado ou oleoso para o tratamento adequado?

Como identificar o cabelo seco, danificado ou oleoso para o tratamento adequado?

O ideal da beleza se transformou. A mulher tem investido muito na área da beleza, principalmente em relação aos cabelos.

Todos os profissionais estão em busca de mais informações, aprendizado, se aperfeiçoando para poderem oferecer o que há de melhor para suas clientes.

Tenho percebido no dia a dia no meu salão, a necessidade de muito tratamento  devido às transformações nos cabelos.

Não basta a aparência física da pessoa para realçar a beleza, mas sim o equilíbrio interior. Sabemos que, assim como nosso organismo necessita de vários tipos de alimentos para estar saudável, o cabelo também precisa de várias substâncias para se tornar forte, saudável e bonito. 

CONSTITUIÇÃO E CARACTERÍSTICAS DOS CABELOS NATURAIS

Sabemos que o cabelo natural e saudável possui água, que é muito importante para a hidratação dos fios.

LIPÍDEOS: Contém gorduras  que são formadas pelo sebo secretado pelas glândulas sebáceas (externo) e gorduras que fazem parte da estrutura do cabelo interno.

Possui PROTEÍNAS que são substâncias formadas pela união de aminoácidos.

PIGMENTOS: que é a melanina responsável pela cor do cabelo.

ELEMENTOS NATURAIS: magnésio, potássio, ferro, zinco etc.

VITAMINAS: que são importantes na formação dos fios.

ENXOFRE: que tem a função de amadurecimento do cabelo, se ele é forte ou fraco e substâncias responsáveis por manter a água dentro do fio de cabelo.

A falta dessas vitaminas, enxofre, ferro, zinco e cobre provocam queda capilar.

COMO IDENTIFICAR O CABELO SECO?

O cabelo seco sofre agressões do meio ambiente (vento, piscina, poluição, secadores) e LEVE alteração do pH do cabelo, a cutícula levemente eriçadas e danificada.

Apresenta áspero ao toque, opaco e fios embaraçado, falta de oleosidade, sebo (seco e falta de maciez).

Perda de substâncias hidratantes (fio desidratado), diminuição da elasticidade dos fios devido a perda parcial de hidratação (proteínas, vitaminas e elementos naturais), diminuição da resistência dos fios devido a perda de nutrição e também  sofre agressões dos radicais livres formação de pontas duplas.

COMO IDENTIFICAR O CABELO  DANIFICADO? 

Os cabelos danificados também sofrem as agressões do meio ambiente, alteração do pH, cutícula inchada e danificada.

Agressões químicas: (alisamento, permanente, mechas...) apresentam grande alteração do pH no cabelo e cutícula extremamente danificada, eriçada e alguns locais nem possuem cutícula, muito opaco, sem brilho, perdem MUITO LIPÍDEOS ficando muito ressecado, perda de maciez e falta de oleosidade.

Grande perda de SUBSTÂNCIAS HIDRATANTES apresentando extremamente desidratado, isso ocorre pela grande perda de água, substância hidratante, então se perde a elasticidade dos fios.

Apresenta também grande perda de PROTEÍNAS E VITAMINAS, elementos minerais, perdendo a resistência capilar, se tornando extremamente fraco e quebradiço. Os fios ficam porosos e frágeis, apresentando poros por falta de cutícula e substâncias internas que compõem o fio e acaba ficando desprotegido a qualquer tipo de agressão externa, necessitando restituição na massa capilar para que esse fio não venha a quebrar.  Sofre ainda mais ações dos radicais livres formando pontas duplas, triplas  e pontas como pincel.

COMO IDENTIFICAR  O CABELO OLEOSO?

Esses fios também sofrem agressões do meio ambiente, mas apresentam LEVE alteração do pH e cutícula levemente eriçada e danificada se tornando um cabelo  opaco, áspero ao toque e fios embarcados.

Apresenta excesso de oleosidade no couro cabeludo e raiz, devido aos lipídeos que derretem com pequeno aumento de temperatura, pois perdem o brilho, ficando opaco sem vida. 

Falta oleosidade nas pontas e muitas vezes no comprimento, mesmo  que a raiz esteja oleosa. Também perdem as substâncias hidratantes, se tornando desidratado. Perde água, diminuição da elasticidade dos fios e a perda PARCIAL de hidratação, proteínas, vitaminas e elementos minerais, apresentando diminuição da resistência  dos fios devido a perda de nutrição. Sofrem também ações dos radicais livres formando pontas duplas por estarem desprotegidos.

Esses fios também precisam de tratamentos, pois o óleo presente nos fios dificultam a absorção dos nutrientes.

O profissional deve fazer um cronograma de tratamento capilar intercalando os tratamentos, de acordo com a necessidade dos fios.

Os cabelos volumosos, ressecados, necessitam de nutrição devolvendo o óleo  e nutrientes com moléculas maiores para obter mais peso e deixar os cachos mais definidos.

Na falta de água, deve a hidratação, devolver os nutrientes sem pesar os fios para  ficar com brilho e maciez.

Para cabelos muito danificados por química, deverá fazer reconstrução com queratina hidrolizada para encorpar os fios, preenchendo os poros.

Após um tratamento capilar no salão a cliente deverá dar continuidade com produtos de manutenção dos fios.

 

Tereza Althman

Alejandro Valente
Ler matéria completa
Indicados para você