[ editar artigo]

Diagnóstico: Essencial para entregar o resultado que a cliente deseja

Diagnóstico: Essencial para entregar o resultado que a cliente deseja

Quando ouvimos falar em diagnóstico, vem em nossa mente diagnóstico médico, completamente natural por que é nesse contexto que mais vemos a importância dele.

Por que é tão importante fazer o diagnóstico?

Por que é nesse momento que muitas informações serão colhidas e a partir disso será direcionado o melhor tratamento.

Mas trazendo para nossa área de cabeleireiros, como o diagnóstico se faz importante?

Qual o primeiro passo para alcançar um diagnóstico fiel e confiável?

Refletir nessas perguntas nos ajudará saber como podemos melhorar nesse quesito.

Eu penso que o diagnóstico começa no primeiro contato com a pessoa que ainda nem é sua cliente.

O que observei e aconteceu comigo, carrego como lição de vida, quando cliente por muitas vezes ao sentar na cadeira do cabeleireiro, umas das primeiras coisas que o profissional fazia era críticas sobre o estado físico do meu cabelo, eu detestava aquele momento por que só eu sabia o quanto era difícil lidar com meu cabelo, embora mau orientada, em poucas condições, eu ainda fazia algo para cuidar dele de acordo com minhas possibilidades. Ouvir de um profissional que meu cabelo estava em condições ruins, era desanimador. Até podia ter razão, mas a abordagem do assunto inadequado era o problema.

Até aceitava o tratamento oferecido, mas era frustante o resultado. Era sempre menos do que o prometido.

Por isso digo que o diagnóstico começa no primeiro contato. Precisamos ser agradáveis, passar confiança para a cliente. Mostrar que temos conhecimento no que estamos falando. Não estamos preocupados em fazer vendas de produtos e serviços, nosso interesse é no bem estar dela.

Vi alguns profissionais falarem mal do trabalho de outro colega com a cliente, nada legal isso, não sabemos de todos os fatos envolvidos no assunto.

Algo ruim é ficar criticando o cliente que foi em outro colega antes de chegar até nós ou quando foi  feito um procedimento que não deu certo ficar criticando a decisão do cliente, dizendo que terá que pagar mais caro pra aprender a lição. Já vi muitas pessoas esconderem o que foi feito no cabelo exatamente por conta dessas críticas.

Ao realizar o primeiro diagnóstico com a cliente precisamos ser amáveis, mostrar que ela pode ter confiança em nos contar tudo, como trata o cabelo no dia dia, qual química já foi feita antes. Gosto de perguntar se tem algum problemas de saúde, se faz uso de medicamentos, se já teve reações alérgicas de algum produto. Gosto de fazer testes de mechas e mostrar para a cliente qual será o resultado, dou até uma dose do produto para a cliente perceber a diferença de usar um produto adequado de qualidade.

Acima de tudo gosto de deixar claro que pode ficar a vontade em dizer a absoluta verdade, que o intuito não é saber se fez certo ou errado, mas sim saber qual será o procedimento que garantirá o resultado desejado.

No fim de tudo acabamos ganhando alguns clientes que te fazem de psicólogo, faz parte de nossa profissão, estar muito perto de pessoas, ter contato. 

Já é comprovado que o diagnóstico preciso antes de realizar um trabalho, em nossa profissão, se faz necessário.

Diagnóstico com uma conversa amigável, transmissão de respeito,  conhecimento, confiança, colhendo informações verdadeiras, vai evitar problemas de danos e insatisfação.

Nada melhor que ouvir da cliente depois de um trabalho realizado:

-Ficou melhor que imaginei.

E você como faz o diagnóstico? Nos conte aqui, queremos saber!

 

Elizete Souza Jardim

Alejandro Valente
Elizete Souza Costa Jardim
Elizete Souza Costa Jardim Seguir

Elizete jardim ,especializada em colorimetria , Colorimetria Avançada By Alejandro Valente. E especializada em cortes avançados Academia do c Corte. Claudiney Ravaglia e Alejandro Valente.

Ler matéria completa
Indicados para você