[ editar artigo]

Mechas inversas

Mechas inversas

Olá...  Hoje vou falar um pouco sobre mechas inversas. Você sabe fazer?

Vamos fazer assim, eu falo de uma técnica que uso e você fala uma que você usa, assim trocamos experiências e nosso crescimento profissional será maior. Afinal todos nós somos um elo importante para o equilíbrio do mundo. E também estamos em um espaço que foi criado pra ser entregue conhecimento baseado em teste comprovado.

Claro que existem várias maneiras de fazer mechas inversas, várias técnicas. A ideia não é dizer qual tá certa ou errada, mas sim, deixar disponível o maior número possível delas para usarmos de acordo com a necessidade de cada participante.

Nós, como profissionais, escolhemos a técnica de acordo com a necessidade da cliente. As clientes chegam até você como chega até mim querendo mechas inversas por motivos diferentes.

O importante é ter conhecimento técnico baseado em diagnóstico do por que a cliente quer fazer mechas inversas.

E também levar em conta a necessidade de garantir que a cor se fixe, para que não haja reclamação por desbotamento.

Eu tenho uma cliente querendo fazer mechas inversas, por que não se adaptou em ter o cabelo na maior parte em loiro. Como está em alta o morena Iluminada, ela quer retoque de raiz e fazer algumas mechas inversas.

Para atender a necessidade dessa cliente, tenho que realizar dois procedimentos.

O cabelo dela está uns 8 dedos de raiz natural 5, meio e pontas em loiro no fundo de clareamento 8.

Vou dividir em 6 partes:

1 - uma franja triangular; 

2- topo e nuca central em mechas horizontais; 

3- parientais e nuncas laterais em mechas diagonais.

Essa técnica é para aquela cliente que não quer ser tão loira, mas também não quer ser morena, quer apenas um sombreado para contraste com mechas invertidas bem sutil.

Vou proceder assim:

  • Vou começar pela nuca central, mecha costurada finas pra descolorir.
  • Uma mecha costurada pra escurecer.
  • Faço uma segunda mecha fina eriçada seguido de uma mecha costurada por baixo para que as mechas costuradas de cima fiquem reservadas para escurecer.
  • Sigo essa sequência até chegar a franja.
  • As mechas nuca laterais sigo a mesma sequência, mas em diagonais 
  • Nas parentais seguirei a mesma sequência de mechas em diagonais pra trás.
  • A franja farei uma costurada fina e uma mecha transparente, mas repartido no meio com diagonais dos dois lados.

Todas as mechas que estão fora do papel, tonalizarei na técnica escurecer neutralizando:

  • 5.0 5.1+5.3 + 1 g e meio cm de azul, para ter fixação da cor.
  • Será descolorida as mechas até o encontro delas no comprimento que já estão claras e nos 30 minutos finais da descoloração, escureço as sobras com 5.0+5.1+5.3+ 1 gr e meio cm de corretor azul. No fundo de clareamento 8, tonalizarei com 8.65 (louro claro marrom dourado ) para morena Iluminada escolhida pela cliente.

Então é isso, assim farei esse trabalho para atender o desejo da cliente.

O resultado desse trabalho está na capa desse artigo.

Foi muito bom dividir essa experiência com você.

Até breve!!!

 

 

Equipe Valente - Colorimetria
Elizete Souza Costa Jardim
Elizete Souza Costa Jardim Seguir

Elizete jardim ,especializada em colorimetria , Colorimetria Avançada By Alejandro Valente. E especializada em cortes avançados Academia do c Corte. Claudiney Ravaglia e Alejandro Valente. elizetesouzajardim@gmail.com

Ler matéria completa
Indicados para você