[ editar artigo]

Neutralização

Neutralização

Vocês sabem qual a importância deste tema? Vamos lá!

Quando o assunto é colorimetria capilar, entender exatamente como neutralizar um tom indesejado é tão importante quanto qualquer outro dos assuntos abordados dentro da colorimetria e para fazer com que todo conteúdo estudado se fixe em nossa mente, nada melhor do que ler, escrever, ouvir e colocar em prática tudo o que aprendemos.

Neste caso falando sobre a neutralização, vale ressaltar que a partir do momento em que conseguimos entender sobre os mais variados fundo de clareamento, a próxima etapa é saber exatamente como neutralizar aquele fundo de clareamento (ou tom indesejado), seja na coloração ou na descoloração, temos que saber exatamente como apagar os tons indesejados, a partir daí fica muito mais fácil direcionar o reflexo.

Desde o início da minha profissão (e acredito que a grande maioria também já passou por isso), tinha muita dificuldade em entregar o resultado desejado pela cliente, primeiramente porque as escolas profissionalizantes de cabeleireiros (as) formam auxiliares e não profissionais, e para piorar eles te incentivam a abrir seu próprio salão, te encorajando dizendo que estão capacitados para atuar (isso também é um erro, pois saímos com muita vontade de atuar, de mostrar serviço e de ganhar reconhecimento). Por sorte eu sempre fui bem pé no chão, comecei com um salão pequeno, mas nunca disse que já sabia, pelo contrário, eu queria aprender de verdade, sempre falei que estava aprendendo e que esse trabalho (e o próximo, o próximo, o próximo), seria para treinar os conhecimento que adquiri no curso. Fazendo isso, nunca me faltaram clientes, desde o início minha clientela era boa e foi ficando cada dia melhor. Fui em busca de mais conhecimento, participei de muitos cursos, incluindo de empresas, onde acabei percebendo que o maior intuito eram as vendas, mas eu também precisava vender meu trabalho e teria que ser com qualidade. Fui fazendo testes e mais testes, até que consegui um resultado satisfatório com uma linha de produtos que na época entregava um ótimo resultado. Por fim acabei sendo convidado a fazer parte da equipe técnica desta mesma empresa. Teve mudanças com o pessoal da diretoria da mesma e automaticamente houve mudança nos produtos, e com isso perdeu um pouco a qualidade, foi aí que comecei a usar métodos diferentes para tentar buscar os resultados de antes, porém sem muito sucesso. Então comecei a buscar novos produtos, fui melhorando a qualidade dos meus trabalhos também. Mas como toda mudança tem seus erros e acertos, tive que me desligar da empresa, pois quando fazemos parte de uma empresa, não podemos postar trabalhos realizados com produtos de outras.

Fiquei meio a deriva, mas cresci imensamente quando alguém me marcou em um vídeo do Alejandro Valente (https://equipevalente.com.br/@alejandrovalente), onde ele brincava com massinha de modelar. A pessoa me mandou o vídeo dizendo: “Como um doido desses tem tantos seguidores?” Assistindo o vídeo, foi que tudo passou a fazer sentido realmente, pois foi ali que eu entendi os segredos da colorimetria. No vídeo ele mistura cores primárias criando uma secundária e em seguida mistura a secundária com a outra primária que estava faltando, então me passou um filme na mente, é tudo tão simples, mas quem ensina não quer pessoas inteligentes. Todos os cursos tem como prioridade desvendar a estrela de Oswald, quando na grande maioria mais complica do que descomplica. Em poucos minutos brincando com massinha de modelar, o Alejandro me abriu a mente para algo tão simples que para mim era quase um labirinto sem saída. Foi aí que passei a estudar mais sobre neutralização.

Assista ao vídeo:

 

Quando sabemos exatamente qual cor, com qual corretor (corretores são fundamentais na colorimetria) neutraliza determinado fundo de clareamento levando assim o cabelo a um tom natural ou mais próximo ao natural, é que consigo direcionar o reflexo para o tom que as clientes desejam. Depois disso, não parei mais, o movimento do meu salão está cada dia maior.

Vou dar uns exemplos do que venho falando neste post:

Quando eu chego no fundo de clareamento 8 (amarelo laranja) para neutralizar este fundo de clareamento eu devo aplicar o 8.28 ou o mais próximo 8.21. Aí você me pergunta: por quê? Simples, porque o violeta do reflexo.2 neutraliza o amarelo e o azul do reflexo.8 neutraliza o laranja deixando um tom natural 8.0. Já na questão do reflexo cinza do .1 também contém azul em sua mistura, sendo assim também neutraliza o laranja, porém ainda sobra um leve reflexo quente, mesmo assim fica muito parecido ao natural 8.0

Nossas clientes dificilmente vem ao salão fazer um cabelo natural, não é mesmo? Por isso temos que entender sobre neutralização para podermos a partir daí, direcionar o reflexo. Sabendo que para conseguir neutralizar o cabelo, temos que juntar as três cores primárias (azul, vermelho e amarelo) a partir da neutralização, o reflexo que colocarmos, estaremos então direcionando o reflexo para aquele tom que é o desejo da cliente, seja ele quente ou frio.

Exemplo: a cliente quer o tom dourado 8.3 loiro claro dourado. Podemos ter este resultado aplicando apenas o 8.1 porque o reflexo cinza é a mistura do verde (azul + amarelo) com azul, sendo assim o azul contido no cinza, neutraliza o laranja do fundo de clareamento 8, mas ainda sobra o amarelo que fica como reflexo dourado. Porém, também vale ressaltar que depende do fundo de pigmento da coloração que você trabalha, por isso a importância de fazer testes para saber o tipo de coloração você tem em mãos, 8.1 pode revelar um tom 8.33 se for de empresa de fundo de pigmento violeta, 8.3 se for de fundo de pigmento verde ou 8.13 se for de fundo de pigmento azul. Conseguiu entender? Não? Deixe aqui suas dúvidas para que eu possa te esclarecer melhor.

A matemática da colorimetria pode parecer muito complicada aos olhos de muitos, porém existem formas muito fáceis de explicar, de fazer entender e encontrar as respostas para todas as nossas dúvidas. Quem já é formado em colorimetria sabe exatamente o que falei em minhas escritas aqui, porém quem não tem esta formação e tem interesse em aprender na íntegra, então te convido a fazer o curso de colorimetria avançada com Alejandro Valente, assim será muito mais fácil entender tudo isso que mencionei acima, fiquem atentos que novas turmas surgirão em breve.

Leia esse texto do Alejandro Valente sobre Colorimetria Capilar:

https://equipevalente.com.br/blog/por-que-aprender-sobre-colorimetria

 

Edilene de Medeiros

Fonte do vídeo: Youtube

 

Alejandro Valente
Edilene de Medeiros
Edilene de Medeiros Seguir

Cabeleireira, colorimetrista, educadora, mãe, esposa. Tranferir o que aprendemos, nos faz aprender ainda mais, feliz é o ser que aplica tudo aquilo que sabe e aprende com o que ensina😉😘

Ler matéria completa
Indicados para você