[ editar artigo]

Nomenclatura e fundo de pigmento. Como interferem no resultado da cor?

Nomenclatura e fundo de pigmento. Como interferem no resultado da cor?

Ouvi essas frases recentemente que me chamaram a atenção:

Já estou na profissão de cabeleireira há 23 anos e agora que estou ouvindo falar em fundo de pigmento.

As clientes ficam contentes, mas ainda não consigo chegar no tom que eu queria.

Mas 7.77 é marrom, ela quer cobre.

É certo que na maioria das empresas de colorações e tonalizantes, a nomenclatura em cores se apresentam do seguinte modo:

,05 - acaju 

,06 - vermelho 

0,4 - cobre 

,07 - marrom

,,,03- dourado 

,02 - violeta 

0,1- cinza 

0.89 - pérola

Sendo assim, podemos dizer que esse é o padrão em nomenclatura de cor. Porém,  temos disponível no mercado empresas com cores diferenciadas, que trazem mudanças em sua nomenclatura.

Com apresentações de suas cores em cabelos sendo mostrados nas redes sociais, temos que ter conhecimento, pois cada vez mais as clientes usam essas fotos apresentadas nas redes sociais como referência. Se não tiver o conhecimento atualizado, você será facilmente levado ao erro.

Veja um exemplo do que digo:

- .5 acaju. [Schwarzkopf  0.5 amarelo]

0,4 - cobre [Schwarzkopf 0.4 bege seu cobre é 0.77]

,,,03 - dourado [Schwarzkopf verde]

,02 - violeta [Wella 0.22 verde ou mate, 0.22 Schwarzkopf azul]

0.89 - pérola [Schwarzkopf .089 marsala]

Você sabe o que é nomenclatura?

São os números que aparecem nas caixas de produtos de colorações indicando a leitura da cor oferecida.

Nesse momento vou falar só dos números, as siglas e nomes do reflexo em inglês ficarão para outro momento, pois pela nomenclatura já dá para identificar um grande problema do qual você deve ficar atento (a) para não ser levado ao erro. Falo isso por que algumas empresas criaram seu diferencial em cor e mudaram suas nomenclaturas.

Também ocorre diferentes fundos de pigmentos que interferem no resultado da cor.

Falando de nomenclatura, temos apresentação em reflexo bem diferente. Exemplo: Reflexo > cobre, dourado, violeta, azul, pérola, mate 

Agora, falando em fundo pigmento, saiba que muitas vezes quando você não consegue chegar no resultado que queria, o motivo pode ser o fundo de pigmento.

Eu também tive muito problema quando não sabia usar o fundo de pigmento ao meu favor.

Quero compartilhar com você algo para que possa perceber a cor diferente do fundo de pigmento:

 

Como viu, dá para perceber o fundo de pigmento de uma empresa de coloração. Podemos fazer teste de mechas em FC 8 e 9 com tonalizante e coloração 9.1 e 8.1. Fazendo comparações, os três fundos de pigmentos, verde, violeta e azul é percebida a diferença na cor. Mas também é percebido em bases escuras como 1.0, 2.0, 3.0, 4.0 onde se encontra maior quantidade de pigmentos azul na formulação da cor.

As fotos no começo do artigo são exemplo disso, uma é fundo de pigmento verde em base 4.0 e a outra, fundo de pigmento azul em base 3.0.

Então não se esqueça, existem sim empresas com fundo de pigmentos diferentes, nomenclaturas diferentes... diferenças essas que mudam o resultado desejado.

Então é isso. É sempre bom dividir o que sei com você.

Até o próximo artigo!!!

Equipe Valente - Colorimetria
Elizete Souza Costa Jardim
Elizete Souza Costa Jardim Seguir

Elizete jardim ,especializada em colorimetria , Colorimetria Avançada By Alejandro Valente. E especializada em cortes avançados Academia do c Corte. Claudiney Ravaglia e Alejandro Valente. elizetesouzajardim@gmail.com

Ler matéria completa
Indicados para você