[ editar artigo]

ÓLEOS VEGETAIS & CABELOS!

ÓLEOS VEGETAIS & CABELOS!

Óleos Vegetais & Cabelos, alternativas de nutrição para os fios e tudo que precisamos saber sobre eles! 

Os óleos vegetais são tipos de gordura extraídas das plantas e, apesar de outras partes como galhos, folhas e raízes poderem ser utilizadas na obtenção dos óleos, a extração se dá, quase que exclusivamente, a partir das sementes. Desses compostos obtidos, são feitos diversos produtos, inclusive uma boa quantia de shampoos, condicionadores e cremes.

O que são ácidos graxos?

Os óleos são formados por trigliceróis, isto é, da união de três ácidos graxos a uma molécula de glicerol. E os famosos ácidos graxos se definem como lipídeos formados por cadeias de carbono com um agrupamento de carboxila em uma de suas extremidades.

Em função dos óleos vegetais serem obtidos através das prensagem a frio das sementes das plantas oleaginosas, eles são mais densos e ricos em lipídeos, vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K), além de sais minerais e ômegas. Esses oleagenosos são responsáveis por uma boa parcela das hidratações e nutrições dos cabelos, além de serem antioxidantes, antibacterianos, antissépticos e antifugios.

Tipos de óleos

Os óleos vegetais são compostos por ácidos graxos que podem ser: saturados, mono-insaturados e poli-saturados. Vamos entender então cada um?

SATURADOS E MONO-INSATURADOS

São os óleos que penetram com facilidade no cabelo. Uma forma de identificar se ele é penetrável se dá a partir da verificação sua cadeia de carbono curta. Esses óleos possuem moléculas muitos  pequenas que chegam a penetrar no fio, por isso são ideais para a reposição de lipídeos perdidos pelo CMC (uma espécie de liga presentes no interior  dos cabelos, cuja composição contém gordura).

Os óleos  ricos em ácidos graxos do tipo saturado e mono-insaturado são ideais para tratamentos que visam a lubrificação e nutrição  do cabelo. 

POLI-INSATURADOS

São óleos que não penetram  no fio. Eles apenas se depositam na camada externa do fio até a próxima lavagem e são excelente para selar cutículas do cabelo. Vulgarmente pensamos neles como finalizadores.

Propriedades dos óleos vegetais

ÓLEO DE ARGAN

Antioxidante rico em vitamina E, além do ômega 6 e 9,o óleo de argan é ideal não só para manter a hidratação e nutrição dos fios, como também auxilia na cicatrização e irritação  do couro cabeludo.

ÓLEO DE OJON

O óleo de ojon é rico em lipídeos - ainda melhor que o óleo de argan - para nutrir e hidratar os cabelos, melhorando a saúde da raiz. A sua principal característica é ajudar no combate ao frizz.

ÓLEO DE MACADAMIA

Contém alto teor de ácido behênico e, por isso, é um óleo altamente hidratante. Ao usar o óleo de macadâmia nos cabelos, os efeitos são de bastante maciez e brilho intenso, além de melhorar o controle de queda do fio.

ÓLEO DE MONOI

Rico em ácidos graxos, o óleo de monoi oferece propriedades ultra hidratantes e reparadoras aos cabelos, O resultado ao aplicá-lo diariamente  é de fortalecimento, elasticidade, resistência e brilho, tratando o ressecamento e opacidade de dentro para fora.

Muitas marcas já lançaram óleos para tratamentos dos cabelos que nutrem, hidratam a fundo, dão brilho, protegem do calor do secador, tem um efeito ant-frizz, ajudam na secagem, entre outras finalidades e funções. 

Gostou de saber dessas informações? Comente!

 

Ler matéria completa
Indicados para você